Vocês nem imaginam como é porreiro observar a cara do Ventor depois de uma grande caminhada.

Ele anda por aqui a ouvir músicas e a ver as suas belas fotos a passarem em grande e eu a observar como ele gosta destes momentinhos.

 

Caminhou durante uma tarde  pelo Malhão a tentar fotografar bichos como perdizes, coelhos, cartaxos, cegonhas, flores e agora, zangado por atingir apenas alguns objectivos, deixando para trás outros.

Viu coelhos, viu perdizes, mas fotos, dera-as Deus!







Eu sou o neto do Tobias, o melro amigo do Quico e do Ventor. Agora sem o Quico e sem o meu avô, estarei por aqui, com os nossos amigos, ao lado do Ventor e do Pilantras


publicado por Quico, Ventor e Pilantras às 10:04