Os companheiros do Quico nunca o abandonam!

Eu sabia que iria ser assim. Junto do Quico continuam as vacas, os cavalos, as libelinhas, as borboletas, o lagarto, as lagartixas, os escaravelhos, as moscas e os moscardos mais diversos, as abelhas, os gaios e demais passarada.

A água das Fontes é o núcleo desse reino diversificado e florido, onde todos, tal como o Ventor, podem matar a sede.

 

 
Dois belos touros nas Fontes
 
 
 As vacas vão comendo e caminhando para junto do meu Quico
 
Para além de tudo isso, é um dos locais dos sonhos do Ventor e, sempre que lá vou, até fico arrepiado! Ainda hoje ouço a minha tia Joaquina a dizer-me para ir descansado e deixar o Quico com elas. Não foi por acaso que levei o meu Quico para aquele local!
 
 
A nascente das Fontes
 
Esta nascente é, creio eu, a par com a do Muranho, uma das belezas das minhas Montanhas Lindas com uma pequena diferença. Esta é uma nascente de água boa, até onde os carros podem ir, por enquanto, com belas sombras para fazer piqueniques mas sem fósforos. Nos últimos 25 anos, creio eu, ou talvez mais que apenas fizemos um piquenique nas Fontes. Nunca mais o repeti e continuo com ele atravessado e perguntando a mim mesmo, porque não fazes mais? "Faz, nem que seja sozinho, tens aqui tudo, inclusive, nós" - disse uma borboleta!
 

 O tanque, uma boa ideia para os animais beberem à vontade
 
O tanque não é do meu tempo, mas deveriam de haver mais coisas destas pelas nossas Montanhas Lindas, pelo menos na Naia, no Muranho e na Corga da vagem, pontos estratégicos para o gado beber sem dificuldades. Com pequenas coisas, poderíamos ter um mundo mais bonito e mais útil. Enquanto o Senhor da Esfera me der forças, continuarei a caminhar pelas Fontes, local dos deuses acessível a todos.






Eu sou o neto do Tobias, o melro amigo do Quico e do Ventor. Agora sem o Quico e sem o meu avô, estarei por aqui, com os nossos amigos, ao lado do Ventor e do Pilantras


publicado por Quico, Ventor e Pilantras às 13:01